RESSONÂNCIA MAGNÉTICA FETAL

PAOLA DI ABRIL, ANITA STRADA, ALFRED TARANTINO,

TSRM: L. PROSCIA, PÁG. LAFORGIA, G. TROTTA, E. DESANTIS,

U.O. de Radiologia - Unidade de Neuroimmagini - St. de Hospital o Paul - AUSL BA-4

O recente e contínuo desenvolvimento de ultraveloci de sucessões (ecoplanare e gradiente-eco de jejum) you/he/she aumentou as potencialidades do RM como metódico de imaging de modo de particolar no estudo do encéfalo fetal. O ecografia (o EUA) a primeiro-qualidade metódica permanece na blindagem das patologias fetais do sistema nervoso central (SNC), apesar de algumas condições que o resultado do exame pode influenciar existe, o que fatora materno/fetali (as densidades do tecido gorduroso subcutâneo, a quantidade de amniotico líquido, a posição do feto) e fatores dependentes das características intrínsecas do metódico mesmo (dificuldade para adquirir imagens em planos diferentes, dificuldade para estudar o tecido nervoso mais próximo ao trasduttore, dificuldade no estudo da parte de trás cova craniana nas fases avançadas da gravidez).

Contrariamente o exame RM é uma investigação que não é condicionada pelo materno/fetali de fatores, garante um multiplanare de estudo (planície axial, sagittale e a coroa) fornecendo um detalhe anatômico e morfológico preciso do encefaliche de estruturas (corpo caloso, tronco-encéfalo, estrutura parenchimali, atrás cova craniana, basicranio, medula óssea e coluna vertebral).

O estudo que RM da patologia fetal pede o uso de equipamentos claramente a campo alto capaz adquirir ultraveloci de sucessões T2 e T1 pesado, com tempos de execução na ordem de poucos segundo (10-15 segundos), isso permite reduzir o artificial de movimento fetal que elimina os amarraram então para cima lista de problema para o materno/fetale de sedazione farmacológico com segnale/rumore de relação elevado (S/R).

Os protocolos de estudo prevêem o uso de PRESSA de sucessões (Meio-Fourier Único-tiro Adquirido eu transtornei Giro-eco) você pesa em T2 e sucessões BRILHE 2D (Jejue Baixo Ângulo Atirado) você pesa em T1, nos três chãos posicionados no encéfalo fetal, enquanto usando uma matriz de 512 aquele he/she introduz menor artificial de troca de substância química, densidades de camada variada de 3 a 3,5 mms, executa com técnico respiração-segure com tempos de sumário de aquisição.

As sucessões mais usado no estudo da patologia encefalica fetal são a PRESSA T2 que avança para ser de duração breve (<15 segundos), eles estão dotados com uma relação boa S/R, com uma resolução elevada de contraste do tecido nervoso para a quantidade elevada de água e a quantidade escassa de proteínas em comparação ao encéfalo de um adulto, permitindo adquirir uma melhor definição da anatomia das estruturas do encéfalo em comparação às sucessões pesaram em T1. Este último ones eles ainda pedem tempos de execução você aumento (27 segundos), com uma maior sensibilidade para o artificial de movimento fetal, reservando então disto o uso em casos selecionados (o suspeito de parenchimale de hemorragia, calcificações, depósitos gordurosos, lesões corticais). A resolução das imagens que T1 melhora progressivamente com a maturação do encéfalo em quanto o mielina encurta o tempo de relaxamento do T1.

A maior indicação para o estudo RM do encéfalo fetal é o ecografico de comparação de um ventricolare de expansão, em quanto espião não pode ser de appraisable alterações cerebrais com o ecografia (disgenesia do corpo caloso, anomalia do girazione, lesões vasculares, malformações da linha mediana (oloprosencefalia).

O estudo RM também acha indicações no caso de ausência de ecograficamente de anomalias cerebral demonstrável, particularmente nos casos de infecção materno fetal (cytomegalovirus, HIV, toxoplasmosi), no caso de desordens genéticas (anomalias de chromosomal), no caso de gravidez para risco alto para lesões cerebrais (ipossia, trauma, morte de um feto em gravidez gêmea) ou no caso de extracerebrali de anomalias que pode associar a malformações cerebrais (cardiomiopatie, anomalias renais,..). Além do RM é capaz de monitorare os processos diferentes de maturação do encéfalo: 1) o neuronale de migração: tal tentativa acontece para estratificação do neuroblastis com visualização das camadas diferentes: substância cinzenta cortical, camada intermediária e matriz germinal, que ipointensis se aparecem em T2; 2) o mielinizzazione: os depósitos de mielina, visualizzabilis uma 20 semana, já encurte então o sinal em T1 e T2,e iperintensis se aparecerão em T1 e ipointensi em T2; 3) o girazione e o solcazione: estas duas tentativas determinam a arquitetura do encéfalo, eles são programados em todos os indivíduos e eles seguem uma ordem precisa de aparecimento, então considerou os diretores indicativos da maturação (Figo 1 Á., B, C).

No estudo da anatomia fetal, o gestazionale de idade é um fator importante; nos fetos de idade inferior para 20 semanas pode haver fatores isso que a presença de movimentos fetais acentuados (apesar do uso de ultraveloci de sucessões) e as dimensões pequenas do feto (apesar das camadas magras de estudo de 3 mms), isso poderia influenciar negativamente na qualidade do exame, especialmente no estudo de estruturas anatômicas que corpo caloso, os nervos óticos, o tentorio, o commissura anterior, o ipotalamo, a medula,.

Apesar das aplicações múltiplas do RM, devem estar tal you/he/she metódico ainda considera uma investigação complementar ao ecografia se, no suspeito de uma possível anomalia, isto resulta difícil (posição da cabeça do feto, ossificazione do relicário, oligoidramnios, etc…), se não pode fornecer dados conclusivos (particularmente durante o quarto de secondo/terzo de gravidez) ou, mais freqüentemente, como eu estudo integrative a um malformativo de quadro, enquanto fornecendo informação decisiva para o planejamento de um possível tratamento médico-cirúrgico.

Além das perspectivas novas de estudo com sucessões em Difusão e o Spettroscopia aplicações novas oferecerão ao RM de modo de particolar no estudo da patologia vascular encefalica fetal e em casos de patologia da substância branca, para conclusão do exame RM de base.

FIGO. 1: feto de 27 semanas - PRESSA de sucessão T2 nos três chãos: Para) axial: bem o morfovolumetria normal do ventricolare de sistema e a presença do scissure é sublinhado silviana e do sulco central bilateralmente, B) a coroe: melhor evidente a presença do sulco central bilateralmente, e a presença de matriz germinal no periventricolare de centro C) sagittale: bem evidente o parieto-occipitale de scissura, o corpo caloso, o troncoencefalo e as estruturas da parte de trás cova craniana.

PARA B C

BIBLIOGRAFIA

1. 1. Girard N, Raybaud C Gambarelli D, Figarella-Branger D,: Cérebro fetal imaging de MR. Magn Reson Imaging Clin N É 9: 19-56, 2001,

2. 2. Huisman TA, Wisser J, Martin E, Kubik-Huch R, Marincek B,: Imaging de ressonância magnético fetal do sistema nervoso central: para composição pictórica. Eur Radiol 12: 1952-61, 2002,

3. 3. Eleve D disto, Trop eu, Mehta TS, Barnes PD,: MR imaging aparecimento de morfologia de ventricular cerebral fetal. Radiolgy 223: 652-660, 2002,

4. 4. Wen et de Chung para o: T2-wheighted Fast MR Imaging com TRUEFISP contra PRESSA. É J Radiol 175: 1375-1380, 2000,