alessandrobeux@infinito.it

Educação contínua em medicina

Janeiro 1 st 2002: é a data de partida do projeto de Educação contínua em medicina do Escritório da Saúde (E.c.m.). O ano que está a ponto de concluir foi dividido em dois semestres experimentais: o primeiro (janeiro - junho) para o solo pessoal médico, o segundo (julho - dezembro) para todos os operadores sanitários. Com o ano novo o formativo credita E.c.m. eles adquirirão valor legal e eles entrarão para pertencer a nosso curriculas formativo.

Para a meta evitar que os Técnicos sanitários de radiologia médica são cultos de surpreendeu através de tal revolução, nós pensamos em preparar este documento simples e esbelto que, pela fórmula pergunta-respondida, tenta fornecer o menos um de informação necessária não ser passivo para o E.c.m.

O sublinha sinal que as condições são objeto de seguir perguntas.

O que é a educação contínua em medicina?

A educação contínua em medicina (E.c.m.) é o projeto de Formação contínua do Escritório da Saúde.

O que é a Formação contínua?

Aos sensos do Decreto 229/99 legislativo, a Formação contínua é a Atualização profissional inteira e Formação permanente.

O que é o Decreto 229/99 Legislativo?

E' o Decreto do Ministro de então da Saúde, Bindi Róseo, "Normas para a racionalização do Serviço sanitário nacional" dentro de qual é achado os artigos que estão à base do projeto de Educação contínua em medicina.

No Decreto 229/99, o qual são I/you/they os artigos que falam de Formação contínua?

Eles são os artigos 16-bis, Formação contínua; 16-ter, Comitê nacional para a Formação contínua; 16-quater, Incentivo da Formação contínua; 16 quinqueses, Formação administrativa e 16 sexieses, Estruturas do Serviço sanitário nacional para a formação.

A Formação contínua em médico de círculo um italiano exclusivo é?

Não! Já de muitos anos os países Anglo-saxães são ele dotado com esta ferramenta. Itália olhou para tal experimenta para planejar sistema de his/her de E.c.m.

O que está atualizando o profissional?

A atualização profissional está definida como a atividade seguinte para o curso de diploma, grau, especialização, formação complementar, formação especifica medicina em geral, dirija para ajustar para o arco inteiro da vida profissional o knowledges profissional (arte. 16-bis).

O que é a Formação permanente?

A Formação permanente é o todo as atividades finalizaram para melhorar as competências e as habilidades clínicas, técnicas e administrativo e os comportamentos dos operadores sanitários para o progresso científico e tecnológico com o objetivo para garantir efetividade, conveniência, segurança e eficiência à ajuda emprestaram pelo Serviço sanitário nacional (arte. 16-bis).

Para coisa serve a educação contínua em medicina?

O E.c.m. é a ferramenta útil para garantir a conveniência constante dos cuidados pela atualização constante e aumento do profissionalismo dos operadores sanitários.

Coisa que ele pretende para profissionalismo?

Dentro do projeto de E.c.m., profissionalismo é compreendido como o knowledges teórico inteiro (saber), habilidade técnica ou manuais (saber fazer) e habilidade comunicativa e os informa (saber ser).

Quem são os operadores sanitários?

Os operadores sanitários interessados pela Formação contínua são: Cirurgião, Veterinário, Dentista, Químico, Biólogo, Substância química, Físico, Psicólogo, Assistente sanitário, Nutricionista, Pedagogo profissional, que Fisioterapista, Higienista dental, Alimentam, Enfermeira pediátrico, Logopedista, Ortottista, Ostetrica/o, Podologo, Tec,. educação e reabilitação psicosociale de psich.e, Tec. cardiocircolatoria de fisiopatologia e perf. Audiometrista cardiovascular, Técnico, audioprotesista Técnico, Técnico da prevenção no ambiente e nos lugares de trabalho, Técnico de neurofisiopatologia, Técnico ortopédico, Técnico sanitário de laboratório biomédico, Técnico sanitário de radiologia médica, Terapeuta do neuro e psicomotricità da idade evolutiva, Terapeuta profissional, Ótico, Odontotecnico, Operador sócio-sanitário.

A Formação contínua é opcional?

Não, é obrigatório para todos os operadores sanitários acima satisfatório. A arte. 16-quater desempenho:

O que é o Comitê nacional para a Formação contínua?

E' o Comitê que, como previsto pela arte. 16-ter, coordene o projeto de E.c.m.

Quando you/he/she foi nomeado?

O Comitê nacional para a Formação contínua foi nomeado julho 05 th 2000 com Decreto ministerial especial.

De quem está composto o Comitê nacional para a Formação contínua?

Os componentes do Comitê são satisfatórios do Decreto 229/99 (arte. 16-ter):

1 presidente: Ministro da Saúde;

2 vice-presidentes: um nomeou pelo Ministro da Saúde e a Presidente Federação nacional das Ordens dos cirurgiões e os dentistas (FNOMCeO);

10 designam os sócios: 2 do Ministro da Saúde, 2 do Ministro da educação, da universidade e da Procura (MIUR), 1 do Ministro para a Função pública, 1 do Ministro para as oportunidades Iguais, 2 da Conferência permanente para as relações entre o Estado, as Regiões e as províncias autônomas de Trento e Bolzano, 2 do FNOMCeO.

O qual são as tarefas do Comitê nacional para a Formação contínua?

A arte. 16-ter prevêem que o Comitê:

para) define, com planejar pluriennale, os objetivos formativos de interesse nacional com referência particular para a elaboração, difusão e adoção das linhas dirige e das corridas diagnóstico-terapêuticas relativas;

b) define os créditos formativos que devem ter amadurecido completamente dos operadores em um determinado arco de tempo, você o endereça para a organização dos programas de formação predisposta a nível regional como também os critérios e as ferramentas para o reconhecimento e a avaliação das experiências formativas;

c) também define o requisito para o credenciamento das sociedades científicas como também dos assuntos públicos e privado isso desenvolve atividade formativa e procede à verificação da subsistência do requisito eles.

Como os objetivos formativos são definidos?

O Comitê nacional para a Formação contínua define os objetivos formativo na base das indicações dada do Plano sanitário nacional e das Associações e Instituições de categoria.

Quanto digita de objetivos formativos you/they existem?

Dois grupos de objetivos formativos existem. O primeiro ones são gerais e eles interessam todos os operadores sanitários; os segundos específicos e os operadores do grupo profissional para quem you/they só se referem interesse.

O projeto E.c.m. prevê alguns níveis regionais?

Você, em toda região terá que o constituir um Comitê especial que, respeitando quanto antecipado em tema de formação do Plano sanitário nacional, dos diretiva do Comitê nacional e do Plano sanitário regional, definirá formalidade e conteúdo da Formação contínua regional.

O que são os créditos formativos?

Eu sou uma medida do compromisso e o tempo que todo operador da Saúde dedicou anualmente à atualização e a melhoria do nível qualitativo de his/her próprio profissionalismo.

Quantos créditos formativos precisam adquirir? Está por quanto tempo?

Quando o projeto será a regime, os créditos formativos a ser alcançados serão 150 no triennio.

Quando nós seremos a regime?

Em 2006! De fato para então os créditos alcançar eles serão:

Ano

N° credita

2002

10

2003

20

2004

30

2005

40

De 2006

50

De quando será possível E.c.m para adquirir créditos formativos.?

De abril 01 th 2002. São dedicados os primeiros três meses do ano atual à apresentação das aplicações de credenciamento e a avaliação dos eventos relativos.

Será possível alcançar 150 créditos formativos em um único ano?

Não! Com o propósito garantir um compromisso menos constante pelo tempo, para cada uns três anos deve ser alcance 20 créditos pelo menos e mais de 80 you/they não pode alcançar.

Duas iniciativas de you/they de duração semelhante podem reconhecer um número diferente de créditos formativos?

Certamente ele! Os créditos formativos reconhecidos dependem da qualidade e da duração da iniciativa. Entre os dois, a relação é limpar vantagem do antes de: iniciativas de duração breve e qualidade alta são o preferir a esses de duração superior mas qualidade inferior.

Nos recorre a isso que quando fala de requisito para o credenciamento?

Nos informa às características que os provedores e as iniciativas de Formação contínua que organiza debbono para possuir por poder ser credenciado e, então, reconhecer créditos formativos a essas pessoas que participam você.

Quem é um provedor?

Provedor é ele que organiza um ou mais iniciativas de Formação contínua e pergunta para disto o credenciamento para o Escritório da Saúde.

Quem o provedor pode ser?

Todos os assuntos, o público e privacidades, podem ser o provedor contanto que não reverta nos casos de incompatibilidade para conflito de interesse.

O que pretende ele com incompatibilidade por conflito de negócios?

Simplesmente nos informa à impossibilidade ser o provedor para tudo aquilo assuntos que poderiam tirar vantagens da iniciativa de Formação contínua organizada ou para essas pessoas que, dentro do projeto E.c.m., eles são os reitores de institutionally a outros papéis.

Dentro do projeto E.c.m., quais outros papéis são I/you/they possível?

Além do papel de provedor, os diretores são esses de valuer, observador e certificador das iniciativas de Formação contínua.

O que é um valuer?

O valuer é o reitor de assunto à verificação do requisito em posse dos provedores e as iniciativas deles organize. O resultado de tal avaliação determina o credenciamento das iniciativas e o número de créditos formativos que eles reconhecem aos participantes.

Quem é o valuer?

O Comitê nacional para a Formação contínua; avalia as características de provedor e iniciativas de Formação contínua e, para quanto interessa os conteúdos, usa de peritos das profissões.

Quem é o observador?

E' o assunto que, em nome do Escritório da Saúde, participa nos eventos aprovados e verifica a correspondência disto a quanto declarou pelo organizador na aplicação de credenciamento.

O que é um certificador?

E' o assunto o reitor institucional para verificar que os profissionais alcançaram o em demanda créditos formativos e que estes foram participando adquiridos a iniciativas coerentes de Formação contínua com o general e objetivos formativos específicos.

Quem certificará?

Para as profissões que são talentoso disto, Ordens e Faculdades profissionais. Para todos o outro precisará assistir à reforma das Ordens para saber se eles já se encontrarão em instituições presentes ou se, em caso contrário, eles serão responsabilizzate as Associações de categoria.

Valuer, observador e certificador podem ser o provedor?

Não, nenhum destes assuntos pode ser o provedor. O mesmo assunto não pode ser o organizador de eventos de Formação contínua na qual you/he/she chamou para o expressar em fase de avaliação, observação e certificação.

Ordens e Faculdades profissionais podem ser o provedor?

Não, de acordo com o modelo Anglo-saxão que nós estamos localizando, Ordens e Faculdades profissionais serão os certificadores. Para o deles/delas a certificação periódica dos níveis de profissionalismo do afiliado será até.

Qual é a posição da Federação Faculdades profissionais nacionais T.S.R.M?

Passado de 30 maio as Federações nacionais de Ordens ou Faculdades das profissões sanitárias assinaram um documento no qual as bases são lançadas para um reconhecimento cheio do papel de certificador de tais instituições.

Quem o provedor das atividades de Formação contínua será para o T.S.R.Ms.?

Entre o tantos possível, as Associações científicas existentes (AITMN, AITRO, AITNR, AITRI), esses que nascerão e tudo aquilo assuntos nos que têm se as potencialidades sejam him/it: Universidade, Empresas USL, hospital Empresas sanitárias, Escritório, Regiões etc…

Um local existe a Internet?

Você, e é a única formalidade de comunicação entre uso, provedor e Escritório da Saúde: http://ecm.sanita.it

Atualmente, no projeto E.c.m. eles existem algum criticitàs?

Você, pelo menos dois,:

  1. Completamente ainda não é clareie o sistema de financiar do projeto. É definir se as despesas sustentassem para a Formação contínua será carregar dos profissionais ou, dá o obbligatorietà, em parte boa carregar das instituições que pedem her/it. Neste segundo caso ficariam também definir como e em que Escritório de porcentagens, serão feitas Regiões e Empresas de hospital carga dos custos;
  2. Interessando todos os operadores sanitários, o projeto E.c.m. envolverá centenas de mil de profissionais entre qual mais de 23.000 TSRMs. Importância particular deve ter dedicado à definição de modelos organizacionais que permitem todos os operadores para absolver às obrigações de Formação contínua.

Uma consideração final:

“Porém, reconsiderações separadamente, o E.c.m. marca uma volta, determina um desafio, he/she chama tudo a responsabilidades novas e sensibilidade e ninguém tem que ser capaz ele escapar, se é tido que estar em linha com as vezes que, a comparação com o recente passado, estão subjugando eles.”

Se depois de ter lido este documento. você ainda está ocupado algumas perguntas, vazamentos para alessandrobeux@infinito.it,
Sua colaboração. além do fornecer as respostas que você quis,
nos permitirá' melhorar esta escritura.
Obrigado